A Pedagogia inaciana é sustentada nos ensinamentos de Santo Inácio de Loyola, fundador da Companhia de Jesus, que durante a sua jornada espiritual dedicou-se ao estudo da Filosofia e da Teologia para buscar a Deus.

Como base nos Exercícios Espirituais, de Santo Inácio, a Pedagogia Inaciana buscar formar pessoas competentes, conscientes, compassivas e comprometidas com coragem de transformar o mundo por meio de visões e ações humanas e fraternas.

As instituições da Rede Jesuíta de Educação (RJE) orientam-se na missão da Companhia de Jesus, alicerçada na fé e na justiça social, e promovendo sempre o diálogo cultural e inter-religioso. Nesse sentido, a Pedagogia Inaciana chama o estudante para uma educação reflexiva, crítica e criativa, cujo currículo se pretende como viabilizador da leitura e interpretação dos nossos tempos – além de caracterizar-se como evangelizador.

A formação de pessoas com excelência humana e acadêmica, inseridas no seu contexto de vida, é premissa básica para a Educação Inaciana. O modo de proceder da RJE valoriza os talentos, capacidades e habilidades individuais e coletivas dos estudantes, oferecendo formação intelectual, moral e espiritual.

Um importante marco foi o lançamento em 1986 do documento Características da Educação da Companhia de Jesus, tendo como principal novidade apontar para “a finalidade, a composição, a configuração, o funcionamento e o âmbito do colégio jesuíta precedidas sempre de uma ‘declaração’ decorrente das fontes inacianas”. (KLEIN, 1997, p.9). Em outras palavras, o documento deu uma significativa contribuição ao organizar e sintetizar, a partir dos Exercícios Espirituais, o que faz um colégio ser inaciano e que tipo de ser humano esse colégio inaciano deve formar.

Sete anos após o lançamento de Características, o Superior Geral da Companhia de Jesus, P. Kolvenbach, promulga em 1993, um novo documento que traz uma abordagem mais prática e metodológica para as diretrizes expostas no documento de 86. Segundo Klein (1997, p.10), o documento Pedagogia Inaciana, uma proposta prática se inspirou na Congregação Geral 33ª para propor o Paradigma Pedagógico Inaciano, com cinco dimensões: contextualização, experiência, reflexão, ação e avaliação.

KLEIN, Luiz Fernando. Por uma abordagem histórica da Pedagogia Inaciana. 31 jul. 1997.