Project Description

Pe. Mesa participa de Webinar da RJE

Secretário Mundial para a Educação Básica da Companhia de Jesus, Pe. José Alberto Mesa, esteve em momento formativo com os educadores da RJE e tratou sobre a última publicação da Companhia de Jesus “Colégios Jesuítas: Uma tradição viva no século XXI. Um exercício contínuo de discernimento”. Entre os 240 participantes, estava o Pe. Luiz Fernando Klein, SJ, Delegado para Educação Jesuíta na América Latina.

 

Fernando Guidini, coordenador do Comitê de Formação Continuada da RJE e Diretor Acadêmico do Colégio Medianeira (PR), refletiu sobre o encontro: “Pe. Mesa nos proporcionou amplo entendimento sobre o documento. Formou-nos para aquilo que é central: os identificadores de um Colégio Jesuíta na atualidade”. Guidini ainda destaca: “Ele trouxe-nos implicações para a realidade local do país, elencando-nos oportunidades para que os identificadores se tornem prática. Compreender quais são os identificadores de um colégio jesuíta, integrando-os ao currículo, torna-se necessidade. Desafiou-nos ao trabalho em rede, ao uso das plataformas digitais, à atualização da nossa identidade”, conclui.

Uma tradição viva

Pe. Mesa, trata a Educação Jesuíta como a própria história humana, e é uma tradição viva que exige olhos, ouvidos e corações abertos. Ele diz “não queremos um documento estático, mas um texto que inspire, mova e encoraje nossos docentes, líderes e comunidades educativa (…). É por isso que este texto será publicado principalmente em formato eletrônico, pois exige um exercício contínuo de discernimento que criativa, corajosa e generosamente nos convide a ser exemplo em nossos colégios e a dar seguimento à nossa tradição com vigor e zelo renovados”.

Baixe a publicação clicando aqui

O webinar ajudou o apostolado educativo a refletir e discernir os desafios e as oportunidades e particularidades de nosso tempo, dando continuidade ao processo necessário de renovação, inovação e reimaginação que a educação requer durante esta mudança de época vivida hoje.

Prestes a completar 1 ano de lançamento, em novembro, a publicação é atual e relevante ainda em tempos de educação remota. Para Fernando Guidini, a leitura e debate são importantes, pois o documento encontra significado no chão da cultura. Em seu primeiro ano de história, o documento nos auxilia a melhor colaborar com a missão evangelizadora da Igreja, materializando-se em aprendizagens para toda a vida.  Ao aprofundar seu estudo, voltamos às fontes identitárias da nossa proposta pedagógica e, como educadores, atualizamos a nossa tradição educativa neste século XXI, em um contexto de país e de Rede, conclui o professor Fernando.